domingo, 18 de janeiro de 2015

Fifa constrói museu e acervo terá um pedaço da Taça Jules Rimet

Troféu, dado à seleção brasileira depois do Tri, em 1970, foi roubado da sede da CBF em 1983 e desapareceu, mas entidade encontra a base original.



Em Zurique, cidade suíça onde fica a sua sede, a Fifa já iniciou a construção de um grande museu do futebol. As obras começaram em maio do ano passado e a previsão é que terminem em 2016. Todos os 209 países filiados à entidade estarão representados. A história do futebol e das Copas do Mundo serão contadas em um acervo com mais de mil itens. O grande destaque, fica para uma peça que já poderia ser dada como desaparecida.
Em 1970, o Brasil conquistou sua terceira Copa do Mundo, no México, e levou a Taça Jules Rimet para casa. No entanto, em 1983, o troféu foi roubado de dentro da sede da CBF, no Rio de Janeiro. Mas a Fifa encontrou a base original da taça, que não foi fazia parte da peça dada aos brasileiros.
- Nós achamos a base da Taça Jules Rimet original na Fifa, numa caixa. Na verdade, era de uma taça que foi feita antes daquela dada para o Brasil. Quando o Brasil ganhou o troféu, já era uma base diferente. Então a base original vai ser mostrada quando o museu abrir - disse David Ausseil, diretor de criação do museu.
Além do pedaço da Jules Rimet, a Taça Fifa (o troféu oferecido às seleções vencedoras da Copa do Mundo desde 1974) também vai estar exposto no museu. Com ela, David Ausseil espera que não apenas os fãs de futebol se interessem na nova atração de Zurique.
- Claro que nós queremos que os fãs de futebol venham nos visitar. Mas, quando você tem um objeto lindo e de prestígio como esse, pensamos que todos vão querer ver.
taça jules rimet  (Foto: Reuters)
Taça Jules Rimet foi roubada de dentro da sede da CBF em 1983 (Foto: Reuters)
Fonte: www.g1.globo.com em 14.01.2015